Slider

O começo do fim.

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018



O verdadeiro adeus é aquele que acontece lentamente, ao longo do tempo, sem muitas palavras. Não há "bom dia" pela manhã, "te ligo mais tarde" ou "vejo você novamente". Não há planos futuros. O passado também não importa mais. 
Talvez algumas vezes você irá se perguntar como seria se as coisas fossem diferente, será que vocês se casariam? Será que comprariam aquela casa? Eu cozinho, você limpa!
Será que iriam fazer do mundo a sua casa e sairiam se perdendo e se encontrando por aí. Teriam um cachorro. Quem sabe, dois? Um pra mim, outro pra você. Talvez teriam filhos. Talvez não. Tantos sonhos. Tantos planos.
É, quem sabe? Foi quase. E quase é uma palavra trágica. Ela é cruel. Quase fatal. 
Você irá se perguntar algumas vezes. Vai se encontrar. Se perder. Esquecer.
E vai perceber que na verdade não existem mais razões para checar se outro está bem, isso já não importa mais e eventualmente você se dará conta que voltaram a ser estranhos.

5 comentários:

  1. Texto lindooooo! Eu amei muito!
    Realmente a despedida é assim né? Ela acontece devargazinho, doí bastante e de repente nem nos conhecemos mais. É estranha a sensação de um dia ter conhecido muito alguém que hoje nem recebe um "bom dia" ao se encontrar na rua.
    Enfim, muito verdadeiro seu texto. Amei <3 BJS

    www.jufaria.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo comentário, Julia. <3
      Volte sempre!

      Excluir
  2. Nossa que texto lindo!!! Sabe q isso acontece na vida. As vezes uma pessoa q vc amou d+, por alguma circunstancia parou de falar e simplesmente viraram estranhos. São os laços se afrouxando.

    ResponderExcluir
  3. Um lindo texto com palavras tão profundas, capaz de te fazer entrar nos sentimentos expressado sobre ele.
    É uma sensação horrível essa tal despedida de alguém que amamos profundamente.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Concordo que a pior despedida é a distância. Com o tempo algumas pessoas ficam cada vez mais distantes das outras e não conseguimos entender o motivo. Faz realmente uma reflexão sobre o que poderia ter acontecido... Mas não aconteceu.

    ResponderExcluir

CopyRight © | Theme Designed By Hello Manhattan