Slider

Os 10 festivais que vão agitar o verão irlandês em 2018

sexta-feira, 25 de maio de 2018



Com a chegada do verão, temperaturas mais amenas, dias mais longos, é hora de sair de casa e aproveitar a Irlanda. Além de viajar, uma boa opção é aproveitar alguns dos festivais que acontecem por todo país (e não são poucos). Se você quisesse, poderia ir a um festival todo fim de semana do verão. Pensando nisso, criei uma lista com os 10 melhores festivais de música da Irlanda pra você se divertir durante os próximos meses. 

O festival que acontece as margens do rio Lee, inclui desde Kodaline (7 de junho) a A-Ha (12 de junho) a Don McLean (14 de junho), bem como Chic (17 de junho), Picture This (19 e 20 de junho), The Script (25 de junho). e (26), James Bay (27 de junho), Jack Johnson (2 de julho), Alanis Morissette (4 de julho), Kraftwerk (11 de julho) e irlandeses, incluindo Bell X1, Gavin James, Christy Moore e The Coronas.

Para aqueles que não estão dispostos a viajar para curtir um festival música eletrônica, o Forbidden Fruit que acontece no Royal Hospital de Dublin, Kilmainham, de 2 a 4 de junho é uma boa opção. O line-up conta com nomes como Justice, Richie Hawtin, Bonobo e FourTet; Já o line-up de segunda-feira tem uma abordagem mais indie/rock, com a War on Drugs, Grizzly Bear, Spoon e Warpaint on the bill. Dois dias depois, Nick Cave e Bad Seeds vão tocar no mesmo local no dia 6 de junho, com o apoio de Patti Smith.


O festival retorna aos jardins do Castelo de Ballinlough de 22 a 24 de junho. O evento deste ano conta com a sueca Fever Ray, Karin Dreije, da AKA The Knife. Durante o festivals você também pode apreciar a mistura das cenas folk, indie e eletrônica, incluindo Jon Hopkins, Baxter Dury, Chronixx, Shamir, Saint Sister, Susanne Sundfør, Lankum, Paddy Hanna, Shame e muitos mais.

O festival Summer Series na Trinity College Dublin retorna neste verão depois do sucesso da edição anterior, e conta com a participação do cantor e compositor Grace Jones com suporte de Wyvern Lingo. No dia 24 de julho, Il Divo subirá ao palco, seguido por Rag'n'Bone Man (25 de julho), o guitarrista Bryan Ferry (27 de julho), seguido por Gavin James (28 de julho) e Imelda May (29 de julho)

A música é a atração principal no Festival Anual de Artes de Galway e o programa deste ano não é diferente. O line-up desde ano conta c l Kodaline (19 de julho), Gavin James (20 de julho), Walking on Cars (21 de julho), The Stunning (22 de julho), The Flaming Lips (26 de julho) , Madness (27 de julho), Caribou (28 de julho) e o concerto da RTE Orquestra com Jenny Greene no dia 29 de julho.

Uma das novas adições neste verão é o festival "Summer in the City", um evento ao ar livre de dois dias realizado no RDS em Dublin. No sábado, dia 23 de junho, a banda pop irlandesa Picture This se apresenta com o apoio de Clean Bandit, JP Cooper e Walking on Cars. No domingo, 24 de junho, é a vez dos The Chainsmokers se apresentarem com apoio de Rita Ora.

O festival que acontece no Marley Park - do dia 13 de julho ao dia 15 de julho conta com a presença de Solange, Travis Scott, J. Cole e Diplo, Migos, Tyler e muitos outros. 

Se você ainda não foi a um show no Iveagh Gardens, em Dublin, não perca a oportunidade de fazer isso este ano. O festival conta com a presença de Alanis Morissette em 5 de julho, Eels no dian 6 de julho. Outros nomes confirmados incluem The Academic tocando seu maior show até hoje no dia 20 de julho e a banda de rock Aslan comemorando o 30º aniversario de seu álbum de estréia Feel No Shame nos Dias 13 e 21 de  julho, enquanto seu colega Dub Damien Dempsey se apresenta no dia 14 de julho. É atração para todos os gostos. 

Um palco ao lado do píer em Dun Laoghaire, talvez seja o último lugar que você esperaria ver alguns artista se apresentando - mas graças ao festival The Beatyard que tem consistentemente se superado nos últimos anos, isso será possível. O festival deste ano acontece na cidade litorânea de 4 a 5 de agosto, e terá nomes como The Jacksons, Orbital, Kamasi Washington, Little Dragon, Modeselektor, John Talabot, The Sugarhill Gang, The Skatalites e muito mais. 


O festival mais esperado do ano está retornando para a sua 15º edição e acontece do dia 31 de agosto a 2 de setembro conta com a participação de Kendrick Lamar, Dua Lipa, George Ezra, The Kooks, Jorja Smiths e muitos outros.

Eu já garanti meus tickets para alguns desses festivais e você vai poder assistir a cobertura completa lá no meu Instagram (@losmyn) e caso você esteja em um deles, let’s haaaang!  

Ed Sheeran na Irlanda: Tudo que você precisa saber.

quinta-feira, 3 de maio de 2018


No dia 4 de maio, o ruivinho mais querido do Brasil (e do mundo) inicia mais uma turnê pela Europa com uma super especial "mini-turnê" pela Irlanda, que conta com nove shows pelo país.  Ed se apresenta no Páirc Uí Chaoimh em Cork, nos dias 4 e 5 de maio, em Belfast no Boucher Playing Fields no dia 9 de maio, no Pearse Stadium em Galway nos dias 12 e 13 de maio e encerra a turnê Irlandesa com 3 shows no Phoenix Park em Dublin nos dias 16, 18 e 19 de maio.  Espera-se que mais de 400.000 fãs vejam o cantor de Shape of You se apresentar por toda a Irlanda. 
E você encontra aqui, tudo que você precisa saber sobre os shows. 

Onde posso comprar ingressos?

Segundo a ticketmaster todos os shows estão esgotados e ingressos comprados de terceiros e/ou, sites como o Viagogo, não serão aceitos. Mais se eu fosse você ficaria de olho na ticketmaster porque eles costumam liberar alguns tickets extras para os shows algumas horas antes do evento. (Segredo de amiga, viu?)

Que horas começa o show?

Os portões abrem às 17 horas e conta com três shows de abertura: Beoga, Jamie Lawson e Anne Marie. Beoga vai aquecer a galera às 5h45, Jamie Lawson às 18h30 e Anne Marie às 19h30. Sheeran sobe aos palcos as 20h45.

Preciso levar a minha identidade?

Para ter acesso ao show, você precisará trazer os seus ingressos, a confirmação da reserva, cartão de crédito/débito que você comprou os tickets ou uma fotocópia do cartão, assim como uma forma válida de identificação. Segundo a Aiken Promotion todos deverão apresentar uma forma de identificação antes de serem admitidos no show. Se os fãs não tiverem nenhuma forma de identificação, eles serão recusados. Qualquer pessoa com menos de 18 anos deve estar acompanhada por um adulto em todos os momentos e as pulseiras de segurança 'FREE-TAG-A-KID' estarão disponíveis em todos os pontos de atendimento ao cliente, dentro e fora dos locais. Essas pulseiras ajudarão a reunir crianças perdidas com seus pais ou responsáveis, caso você se separe. 


Posso levar uma bolsa comigo? Quais itens são banidos? 

Aiken Promotions pediu para que bolsas não sejam levadas ao show, a menos que seja totalmente necessário e menor que o tamanho A4. 
Aqui está uma lista de itens proibidos: guarda-chuvas, câmeras profissionais, selfie stickies, banners, qualquer artigo que pode ser usado como uma arma, garrafas, vidro, latas, frascos, frisbees, substâncias ilegais, scooters, skates, patins, cadeiras infláveis e/ou dobráveis, malas, laptops, buzinas e animais (exceto cães-guia). Que 

Aiken Promotion também desenvolveu um aplicativo chamado "Ed Sheeran Irish Tour", que está disponível agora na Google Play Store ou na Apple Store e conta com informações adicionais para o show.

E quem não for ao show, não precisa se preocupar eu estarei por lá nos dias 18 e 19 de abril e você poderá acompanhar toda a cobertura no meu Instagram (@losmyn). 


O dia que eu conheci o Vance Joy.

quarta-feira, 21 de março de 2018



James Gabriel Keogh é um cantor e compositor australiano mais conhecido como Vance Joy.
Vance que roubou sua alcunha artística de um personagem contador de histórias vindo do livro Bliss escrito por Peter Carey, lançou seu primeiro EP God Loves The Way You're Dancing em março de 2013. No ano seguinte sua música "Riptide" alcançou o primeiro lugar na lista da Billboard’s para músicas alternativas. Em 2014, Joy saiu em turnê como suporte da Taylor Swift, lugar antes ocupado por ninguém menos que Ed Sheeran. O artista de 30 anos de idade retorna as paradas de sucesso com seu novo album Nation Of Two. O álbum revela a história do relacionamento de um casal, seus altos e baixos e a percepção extraída dessas experiências. A capa do álbum capta o tom como sendo sobre amor e desespero. O desenho minimalista mostra duas pessoas postas umas sobre as outras enquanto enfrentam direções opostas. Eles não estão se abraçando, mas descansam suas cabeças um no outro, mostrando um casal que já experimentou o suficiente para se amar e se machucar um pelo outro.


No dia 20 de março, foi a vez de Vance retornar aos palcos após 3 anos e meio desde sua última visita a capital Irlandesa. Quem me conhece, mesmo que a pouco tempo sabe o quanto suas músicas foram de grande influência na minha vida e que eu não perderia a oportunidade de vê-lo se apresentar ao vivo. Vance abriu o show com Fire and Flood e cantou desde seus antigos sucessos como Georgia e Riptide à suas mais novas canções We're Going Home e Saturday Sunday, levando seus fans (eu) a loucura.

Como se a noite não tivesse sido mágica o suficiente só de ouvir todas as minhas músicas favoritas, fui surpreendida com a oportunidade de dar um oi para o Vance no backstage. PENSEM NA FELICIDADE DA PESSOA. E se antes eu já nutria uma admiração por esse cara, saibam que isso só aumentou. Pensem numa pessoa querida e multiplique por 1000... é o Vance!
Vance que se apresenta no Brasil em Outubro de 2018, me confidenciou estar muito feliz em estar de volta aos palcos Europeus e as terrinhas Brasileiras.






Vance se apresenta no Brasil em São Paulo no dia 05 de outubro de 2018
Ingressos: https://www.eventim.com.br/vancejoy

E no Circo Voador, Rio de Janeiro no dia 06 de outubro de 2018
Ingressos: https://compre.ingressorapido.com.br/

E como as novidades não param por ai, Joy retorna a Europa para uma turnê exclusiva de Nations of Two em Novembro e adivinha quem já garantiu um ingresso? #TicketmasterMePatrocina




O começo do fim.

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018



O verdadeiro adeus é aquele que acontece lentamente, ao longo do tempo, sem muitas palavras. Não há "bom dia" pela manhã, "te ligo mais tarde" ou "vejo você novamente". Não há planos futuros. O passado também não importa mais. 
Talvez algumas vezes você irá se perguntar como seria se as coisas fossem diferente, será que vocês se casariam? Será que comprariam aquela casa? Eu cozinho, você limpa!
Será que iriam fazer do mundo a sua casa e sairiam se perdendo e se encontrando por aí. Teriam um cachorro. Quem sabe, dois? Um pra mim, outro pra você. Talvez teriam filhos. Talvez não. Tantos sonhos. Tantos planos.
É, quem sabe? Foi quase. E quase é uma palavra trágica. Ela é cruel. Quase fatal. 
Você irá se perguntar algumas vezes. Vai se encontrar. Se perder. Esquecer.
E vai perceber que na verdade não existem mais razões para checar se outro está bem, isso já não importa mais e eventualmente você se dará conta que voltaram a ser estranhos.

CopyRight © | Theme Designed By Hello Manhattan